sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Cacém: Intervenção Assembleia Freguesia de 30 Outubro 2009

Assistimos à eleição da mesa que vai presidir a esta Assembleia de Freguesia.
Durante oito anos esta Assembleia foi presidida com rigor, distinção e respeito pelo Prof. Lívio de Morais, que saúdo muito especialmente.
Alguns de nós, e entre eles o Presidente de Junta do Cacém, assistimos ontem á tomada de posse da Câmara Municipal de Sintra.
No seu discurso poético o Dr. Fernando Seara referiu a necessidade de colaboração e partilha de responsabilidades. Esse discurso foi no entanto logo desmentido na Assembleia Municipal imediata, onde a Coligação Mais Sintra impôs a presença única de membros da sua coligação na mesa da Assembleia, usando a arrogância da sua maioria absoluta.
Como muitos dos presentes, provavelmente o Sr. Presidente de Junta não terá compreendido bem o discurso do seu Presidente de Câmara e repetiu aqui a mesma atitude de arrogância, dando um sinal claro sobre a forma como pretende dirigir os destinos da Freguesia.
Vou usar de uma palavra antiga e que se demonstra ir sendo cada vez mais importante em Sintra: ética republicana.
Independentemente das decisões tomadas, que respeitamos apesar de com elas não concordarmos, essa palavra impõe o respeito pelas pessoas.
A falta de dignidade de uma conversa prévia com quem dirigiu esta Assembleia durante oito anos, diz bastante sobre a ética republicana ou a falta desta.
Desse facto tiraremos as devidas elações.

Carlos Miguel Casimiro, vogal do Partido Socialista

Sem comentários:

Publicar um comentário