quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Cacém: Pela melhoria do acesso aos cidadãos

As autarquias locais, órgãos de proximidade por excelência, devem promover mecanismos que fomentem a democracia participativa dos cidadãos sendo um imperativo aproximar os eleitores do centro de decisão autárquica.
Aproveitar os benefícios da revolução digital e do uso das novas tecnologias de informação e de comunicação, na simplificação dos procedimentos administrativos, bem como da reestruturação do serviço de atendimento é, hoje, uma exigência na Administração Local.
As TIC, ou mais concretamente a Administração Electrónica (enquanto agente de capitalização de troca de informação e prestação de serviços aos cidadãos), asseguram a necessária operacionalidade no acesso e partilha de informação e conhecimento - assumindo um papel decisivo na participação dos munícipes; e simultâneo reforço na prestação de serviços de máxima qualidade.
Assim, com o intuito de promover a participação activa de todos cidadãos e de permitir uma aproximação efectiva entre os eleitos e os eleitores, é exigível que a Freguesia consubstancie um capital de Boas Práticas de Modernização e Simplificação Autárquica, vocacionadas de forma efectiva para facilitar a vida daqueles que verdadeiramente representamos.
Face ao exposto, os vogais eleitos pelo Partido Socialista propõem à Assembleia de Freguesia que:
Aceite que os cidadãos que pretendam intervir nas reuniões da Junta de Freguesia ou da Assembleia de Freguesia possam proceder à sua inscrição prévia, até ao encerramento do expediente do dia anterior à realização da respectiva reunião, através de correio electrónico, fax ou presencialmente nas instalações da Junta de Freguesia.
Solicitar à Junta de Freguesia que disponibilize na sua Página Electrónica toda a informação e serviços necessários.

Cacém, 15 de Dezembro de 2009

Sem comentários:

Publicar um comentário